segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Risoto de filé e gorgonzola

Se é que se pode chamar de risoto um molho que depois é misturado a arroz cozido, mas parece risoto e fui eu quem inventou e chamei assim!

Foi assim, vontade de cozinhar... lembrei de camarões grandões e congelados que encontrei em promoção no supermercado.

Normalmente compro camarões, peixes e afins em uma maricultura aqui perto de casa, normalmente também saem mais caros, mas nunca me deixam na mão.
Pois bem, no sábado a noite tirei os camarões do pacote e coloquei-os para descongelar com calma na geladeira.

Quando eu abri o pacote, um cheiro absurdo de sargaço (aquelas algas que ficam esturricando na beira da praia), inundou, não inundou é chique, impestiou a casa. E como se eu tivesse esfregado um camarão daqueles no meu nariz o cheiro me acompanhou por muito tempo.

Falei que ia jogar aquele camarão fora (com camarão não se brinca, né gente?!), mas aí Namorado deu logo um grito, disse que aquele cheiro era porque o camarão fora congelado muito fresco... e me convenceu a deixar os pobres passarem a noite na geladeira.

No dia seguinte acordei cedo e fui comprar o gorgonzola, uma vez que a intenção era reproduzir uma camarão ao molho de gorgonzola que comemos outro dia. Por uma dessas iluminações divinas não tinha gorgonzola na padaria e tive que esticar a ida a um mercado.

Assim que entrei lá, vi logo uma faixa enorme "Promoção de Carnes" e fui ver do que se tratava, comprei a única coisa que não estava em promoção, mas estava bonita e fresca: uma peça de filé mignon.

Quando cheguei em casa e abri o camarão minha mãe (que é pernambucana e não perdeu o sotaque) veio de lá:

- Homem, que murrinha* é essa? Pelo amor de Deus! Isso é de comer? Imagine o que é de jogar no lixo!

*murrinha = cheiro ruim

Muitas risadas depois, ataquei o filé e achei por bem fazer um prato só, e rápido! A fome vinha chegando!

Risoto de filé e gorgonzola

Usei:
800g de filé mignon cortado em tiras (pesei já limpo e cortado em tirinhas)
Manteiga para dourar o filé
1 cálice de cachaça
500ml de molho branco
1 copo de requeijão
100g de gorgonzola
4 xícaras de arroz cozido
sal, pimenta branca e queijo parmesão ralado na hora pra ele pensar que era risoto de verdade!

Fiz assim:
Dourei o filé na manteiga aos poucos para não criar água e temperei com sal e pimenta só depois que saíram do fogo. Voltei o filé para a panela e flambei com a cachaça, juntei o molho branco, o requeijão e o gorgonzola, aí deixei ferver um pouco. Acrescentei o arroz, acertei o sal, juntei o queijo e ficou pronto!

6 comentários:

Namorado disse...

Homi pense num negócio bom!!! Parei no quarto prato pra não ficar feio na frente de sogrão. =]

Laurinha disse...

Que cor linda que ficou!!! Imagino os aromas.... fiquei com vontade!
Beijinhos

Karla Maria disse...

Lu, isso deve ter ficado bom demais da conta.
Vou fazer porque achei super prático e fácil de fazer.
Bjs

Karla Maria disse...

"murinha" é ótimo.
kkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

Dica de um amador:

No modo de preparo, não ficou claro que o arroz já estava cozido. E já que você saiu em 1º lugar no Google, segui tua receita pensando que era só acrescentar o arroz CRU e acertar o sal. O resultado foi que eu flambei a receita inteira. Ou seja, queimou tudo.

Rata de Cozinha disse...

Caro cozinheiro amador, creio que houve um engano. Tanto no texto, quanto na descrição dos ingredientes mencionei que o arroz era cozido sim.
Lamento que você tenha perdido a receita e estou a disposição para esclarecer dúvidas.

Abraços,
Luciana.