domingo, 1 de janeiro de 2012

Brasserie Petanque - Correspondentes internacionais

Para começar bem o ano, mais uma das nossas reportagens especiais!

Dessa vez o serviço foi completo, teve até sobremesa!

Tenho que agradecer muito aos meus amigos queridos, que com todo carinho e cuidado tem preparado esses relatos para o Rata.


Brasserie Petanque

"O bom de voltar várias vezes na mesma cidade é poder conhecer lugares novos e nem tão turísticos assim e aprofundar o que mais gostou e não teve tempo. San Telmo era um bairro que queria conhecer melhor, pois só havia ido na feira de domingo. Sabia que haveria muitas lojas de antiguidade e muita história para contar. Foi lá que comi a melhor empanada de carne dos últimos tempos. Fiquei tão empolgada que nem me ocorreu de fotografar.
Subindo a Calle Defensa e após encontrar a Mafalda sentadinha num banco, nos deparamos com a Brasserie Petanque. Já havia lido sobre ele em uns blogs de viagem, num deles, a dona dizia ser o seu restaurante preferido em Buenos Aires. Diante dessas referências e, mesmo sem muita fome(lembram da empanada devorada em segundos?), não havia como não entrar.




Fomos abordados pelo garçom que pediu para que aguardássemos por uma mesa no balcão. Assim como todo o ambiente, a parede atrás do balcão é meio poluída e desarrumada. Havia garrafas de todas as bebidas, umas cheias, outras sem uma gota sequer. Enquanto olhava cuidadosamente os detalhes, vi um Lampião e Maria Bonita. Rimos pensando o que aquilo fazia ali e qual a ligação com o restante dos objetos.




Fomos interrompidos por um drink de boas vindas. A moça disse ser licor de cassis com vinho branco, mas para mim era xarope infantil com álcool de cereais. Ainda bem que meu marido estava junto e muito disposto a tomar duas taças.


Sentamos à mesa e nos trouxeram os famosos pãezinhos com pastas. Essa pasta estava especialmente gostosa, parecia um molho com cream cheese e pimenta do reino.




Havia o menu do dia, prato do dia e o cardápio inteirinho para escolher. Fomos de menu do dia. Funciona da seguinte forma: dentre seis opções de cada categoria, deveríamos escolher uma entrada, um prato principal e UMA SOBREMESA. Tudo isso por 55 pesos! Achei uma pechincha se pensarmos que uma Mc Oferta está custando 40 pesos. O preço dos outros pratos varia de 70 a 85 pesos, o que não é muito se pensarmos que é um restaurante francês e você pode comer de pato a coelho.
Tudo bem que o garçom esqueceu da salada de entrada e já veio trazendo o prato principal, pois estávamos meio sem fome (bendita empanada!). Meu prato principal foi salmão com alcaparras e batatas cozidas. O do meu marido foi carne de porco com mostarda dijon e batatas. Os dois pratos estavam excelentes, mas o destaque foi para a carne de porco, que eles chamam bondiola. A carne era macia e ultra saborosa! Até o molho de mostarda, que não sou muito fã, estava fantástico. Ele tinha sabor sem ser muito ácido e forte.




A melhor parte ainda estava por vir, a sobremesa. Era sorvete de frutas vermelhas, muito morango, chantilly e calda de frutas vermelhas. Simplesmente divino, tudo feito das frutas fresquinhas e sem economizar nos ingredientes. Lu, obrigada por me mostrar que a sobremesa pode ser a melhor parte de uma refeição.


Endereço: Calle Defensa, 596 (esq. México), San Telmo.

2 comentários:

GraviMater - Psicologia da Gravidez e Maternidade disse...

San Telmo é mesmo uma delícia... E a Mafalda sentadinha é uma graça!

Karla Maria disse...

Sumi da net, mas não esqueci os especias.
Lu, desejo que o seu ano seja leve e doce, cheio dos mais inesqucíveis e maravilhosos acontecimentos.
Um excelente carnaval.
Bj