segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Enquanto eu não cozinho...

...faço arte! Na verdade era uma questão de necessidade, meu antigo chaveiro de gato, dado por Irmã e meu xodó, andava tão sujo que eu já estava me tornando alvo da gozação do escritório.
E antes que vocês pensem que não sou séria por andar com um chaveiro desses no trabalho, explico que sou muito séria e essa foi a solução para que não confundissem minhas chaves e para encontrá-las rapidamente.
Esse gato tinha um perfume quando era novo, tão forte, mas tão forte que me fazia espirrar ao abrir a bolsa, mas com o tempo o cheiro foi ficando mais levinho (ainda existe mesmo debaixo dessa sujeira) e fui me apegando a ele. Eu fui percebendo que ele tinha mais de uma utilidade; por exemplo meu chefe já sabia que eu tinha chegado só de olhar o gato pendurado no meu armário, todo mundo já sabia qual era meu lugar na mesa de reunião e assim por diante!!


Aí hoje resolvi o problema com o meu chaveiro de flor vermelha que há de ser tão útil e chamativo quanto meu gato amarelo!! Só que nesse não coloquei perfume!

Distrair as mãos e a cabeça para não comer besteira foi o lema do feriado!!

3 comentários:

Karla Maria disse...

Os dois são lindos.
Bj

marianamiranda disse...

Foi o lema do seu feriado? Esse tem sido o lema da minha vida!! hahaha!
Ficou uma graça...

marianamiranda disse...

Rata, tô voltando! Prepara o azeite que eu vou me acabaaaar! huahuahua! bjs!